Comemorações do Dia Mundial da Saúde Mental | VIII Aniversário da ENCONTRAR+SE

24.10.2014 07:30

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

24.10.2014 07:30 Comemorações do Dia Mundial da Saúde Mental | VIII Aniversário da ENCONTRAR+SE Link: http://www.fep.porto.ucp.pt/pt/central-eventos/comemoracoes-dia-mundial-saude-mental-viii-aniversario-encontrarse

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto

Porto, 24 e 25 de Outubro de 2014

 

 

ALTO PATROCÍNIO

     

 

PARCEIROS

       

 

PATROCÍNIO MAJOR

PATROCÍNIOS

APOIOS

Introdução

À semelhança dos anos anteriores, partindo do tema proposto pela World Federation for Mental Health (WFMH) para o Dia Mundial da Saúde Mental de 2014 – “Viver com a Esquizofrenia”,  a ENCONTRAR+SE – Associação para a promoção da saúde mental em parceria com o CEDH - Centro de Estudos de Desenvolvimento Humano da FEP/UCP - Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, e em conjunto com diferentes parceiros, estão a desenvolver um programa de Comemorações ambicioso que procura abranger algumas áreas prioritárias no âmbito da saúde mental e chegar a diferentes públicos.

São muitos os desafios com que nos confrontamos no domínio da saúde mental. Alguns dados do 1º Relatório do “Estudo Epidemiológico Nacional de Saúde Mental” não deixam margem para dúvidas: Portugal “tem, em conjunto com a Irlanda do Norte, a mais elevada prevalência de doenças psiquiátricas na Europa”;  “cerca de 65% de pessoas com uma perturbação psiquiátrica não tem qualquer tratamento” e “o tempo que medeia entre o começo das perturbações psiquiátricas e o momento em que se inicia o seu tratamento varia, na maior parte dos casos, entre um e quatro anos”.

Se estes dados não deixam margem de dúvida para o significado relevante que a saúde / doença mental tem no contexto da saúde, é hoje fundamental atender à importância que a saúde / doença mental tem noutros contextos. A título de exemplo, de salientar dados do Relatório 'Doença no trabalho? Mitos e realidade sobre saúde mental no trabalho' (OCDE, 2011), segundo os quais “um em cada cinco trabalhadores sofre de perturbações mentais, como depressão ou ansiedade,  o que torna as doenças mentais num problema crescente no local de trabalho”.  E, por fim, apenas relembrar o impacto em áreas tão diversas como a saúde física, o sucesso escolar, a produtividade, a sustentabilidade, a coesão social, entre outras.

Numa altura em que os países europeus procuram os melhores caminhos a seguir com vista à concretização da Estratégia Europa 2020, por um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, não podemos continuar a ignorar a falta de respostas adequadas à promoção da saúde mental e prevenção da perturbação mental, que em muito condicionam a capacidade dos cidadãos europeus alcançarem os objetivos propostos.

É, pois, o momento de concretizar os compromissos que há muito vêm sendo assumidos, mas não implementados, e que encontramos, novamente, descritos no  Plano de Ação para a Saúde Mental 2013-2020 (Mental Health Action Plan 2013-2020), aprovado  pelos Estados-Membros da Organização Mundial de Saúde na 66ª Assembleia Mundial de Saúde.

Dos quatro grandes objetivos propostos: 1) reforçar uma liderança eficaz na saúde mental; 2) implementar respostas comunitárias de saúde mental compreensivas, abrangentes, integradas e acessíveis, incluindo serviços de apoio social; 3) implementar estratégias de promoção e prevenção em saúde mental; e 4) fortalecer os sistemas de informação e de investigação no domínio da saúde mental, a ENCONTRAR+SE orgulha-se de ter vindo a contribuir de forma inovadora, responsável e consistente nestes domínios ao longo de 8 anos de trabalho, cumprindo o compromisso assumido de colaborar na promoção da saúde mental e prevenção da doença mental dos Portugueses.

1 EM CADA 4 PESSOAS PASSA PELA EXPERIÊNCIA DE UM PROBLEMA DE SAÚDE MENTAL

 

Ver Programa detalhado

Ver Cartaz

Mais informações e inscrições