SCOTOMA CINTILANTE + DISMORFIA | Jonathan Uliel Saldanha

09.04.2019 19:30

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

09.04.2019 19:30 SCOTOMA CINTILANTE + DISMORFIA | Jonathan Uliel Saldanha Link: http:///pt/node/?msite=24

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto
 
 
Imagem: Jonathan Uliel Saldanha/ Ricardo Megre
 
 
09 abril 
 
19:30h
SCOTOMA CINTILANTE
(Performance)
Auditório Ilídio Pinho 
 
20:30h
DISMORFIA
(Inauguração)
Sala de Exposições
 
Um projeto de Jonathan Uliel Saldanha
 
Edifício das Artes
Universidade Católica Portuguesa- Campus Foz
Rua Diogo Botelho, 1327 4169-005 Porto
 
 
Resultado de uma residência artística desenvolvida na Escola das Artes desde janeiro de 2019, Jonathan Uliel Saldanha apresentará, no dia 9 de abril, a performance “Scotoma Cintiliante”, no Auditório Ilídio Pinho, e a exposição “Dismorfia”, na Sala de Exposições da Escola das Artes. 
 
SCOTOMA CINTILANTE
A performance Scotoma Cintilante – que integra as celebrações dos 40 anos da Universidade Católica Portuguesa no Porto e, ainda, a programação da bienal BoCA (Biennial of Contemporary Arts) – parte de uma mundivisão onde a relação tátil com a matéria inanimada é a fonte primordial da construção do som. Este concerto-performance inscreve-se entre matéria e anima, pré-linguagem e superfície, operando a interceção de quatro eixos distintos: o aparelho vocal humano; a mediação de uma linguagem háptica (relativa ao tacto); a refração como mecanismo tático de mutação e “re-materialização” do tempo; e a camuflagem da palavra pela voz. Entre a dismorfia, a refração vocal e uma Via Sacra.
Assim, este concerto-performance inscreve-se entre matéria e anima, pré-linguagem e superfície, o devir de um objecto e uma Via Sacra. Operando a interceção do aparelho vocal humano com o tacto, numa refração da voz pela dismorfia.
 
A estreia da performance Scotoma Cintilante será feita no Auditório Ilídio Pinho em duas zonas contíguas, uma zona háptica onde a performance se desenrola e uma zona ressonante onde a performance é difundida.
 
> zona háptica: 50 lugares
> zona ressonante: 100 lugares
(Entrada: pelo Edifício das Artes)
 
A entrada é livre, mas sujeita à lotação da sala: 
RSFF: artes@porto.ucp.pt até 4 de abril.
 
 
 
 
 
DISMORFIA
Depois do concerto-performance, o artista inaugura na Sala de Exposições da Escola das Artes, a exposição “Dismorfia” – um trabalho que traduz os três meses da residência artística na Escola das Artes da Católica no Porto. 
Esta exposição documenta igualmente o trabalho que o artista veio a desenvolver com vários professores da Escola das Artes, nomeadamente Pedro Monteiro (Música),  Ricardo Megre (Animação), Carlos Lobo (Fotografia), André Perrota (Multimédia).
 
 
JONATHAN ULIEL SALDANHA
Jonathan Uliel Saldanha é um construtor sónico e cénico que trabalha na intereceção do som, do gesto, do palco e do filme. É fundador do coletivo SOOPA, co-fundador da editora SILORUMOR, uma das partes do duo FUJAKO e diretor dos HHY & The Macumbas. Em novembro estreou a peça SØMA na Culturgest Lisboa, e em 2017 as instalações de vídeo e som AFASIA TÁTICA, na Culturgest Porto, e ANOXIA, na Bienal Ano Zero em Coimbra. Co-criador das peças de palco BOCA MURALHA, SHARK, REI TRILOGY e encenador das peças JUNGLE MACHINE, KHORUS ANIMA, O POÇO e OXIDATION MACHINE apresentadas em espaços como o Museu de Serralves, o Accès(s) Festival, o Teatro Municipal Rivoli e o Palais de Tokyo, Paris.
 
 

Música Analítica 2019 > Porto International Symposium on the Analysis and Theory of Music

21.03.2019 09:00 — 23.03.2019 20:00

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

21.03.2019 09:00 23.03.2019 20:00 Música Analítica 2019 > Porto International Symposium on the Analysis and Theory of Music Link: http:///pt/node/?msite=24

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto

 

 
Música Analítica 2019:
Porto International Symposium on the Analysis and Theory of Music
 
Escola das Artes - Universidade Católica Portuguesa
Porto, Portugal: Março 21–23, 2019
 
WEBSITE: HERE
 
 
INFORMAÇÃO GERAL 
 
O Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR) da Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, organiza o simpósio Música Analítica 2019: Simpósio Internacional em Análise e Teoria da Música, a ocorrer no Campus da Foz, Porto, de 21–23 de Março, 2019.
 
O simpósio promove a noção de música como análise e análise como música—uma glosa da expressão “música analítica”—argumentando que os nossos modos discursivos de análise não estão fora da música, nem são apenas um complemento enriquecedor que lhe adicionamos, mas antes são integrais à forma como experienciamos, concebemos, e exprimimos a música. Em suma, a análise (implícita ou explícita) está implicada no modo em que enquadramos, processamos, e construímos o tempo e som (incluindo aspectos como o gesto ou a experiência comunal) em/como música.
 
A temática do simpósio é abrangente e inclusiva, esperando receber propostas com uma variedade de perspectivas sobre análise e teoria musical (especulativa, prática, histórica), ou que possam estabelecer intersecções com disciplinas como história, composição, teoria crítica, etnomusicologia, performance, artes sonoras, matemática, ciências cognitivas e tecnologias. Além disso, são particularmente encorajadas abordagens pedagógicas que explorem as implicações metodológicas e sociais da análise musical.
 
Refletindo o âmbito do encontro, o simpósio contará com os seguintes oradores principais:
 
Richard Cohn (Yale University)
Judit Frigyesi (Bar-Ilan University)
Sílvio Ferraz (Universidade de São Paulo)
John Rink (University of Cambridge)
 
__________
 
Organização Organizing Committee
José Oliveira Martins (CITAR-EA/Universidade Católica Portuguesa)
Sofia Serra (CITAR-EA/Universidade Católica Portuguesa)
Daniel Moreira (CITAR, ESMAE/Instituto Politécnico do Porto)
Paulo Perfeito (CITAR, ESMAE/Instituto Politécnico do Porto)
Telmo Marques (CITAR, ESMAE/Instituto Politécnico do Porto)
 
 

 

Vasco Araújo · Pathosformel

16.10.2020 17:30 — 29.01.2021 19:00
Edifício das Artes / Arts Building

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

16.10.2020 17:30 29.01.2021 19:00 Vasco Araújo · Pathosformel Link: http:///pt/node/?msite=24

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto

 

Exposição

PATHOSFORMEL
Vasco Araújo

Curadoria: Nuno Crespo

Abertura da exposição:  16 OUT · 17h30
Apresentação do filme Pathosformel + conversa com o artista: 18h30

Vasco Araújo esteve em residência artística na Escola das Artes durante o ano letivo 2019-20, período durante o qual produziu a exposição/filme Pathosformel.  

Pathosformel é um novo trabalho de Vasco Araújo, sob formato vídeo, e trata-se de uma obra interdisciplinar, tanto na forma quanto no conteúdo, tendo como premissa a desconstrução e reconstrução de códigos comportamentais que reflectem sobre a relação do sujeito com o mundo a ele exterior. 
 
O desempenho do corpo, da voz, a gestualidade, a linguagem e as formas sociais estabelecidas, são repensados através de dispositivos formais e conceptuais associados à ópera, à etiqueta palaciana, à mitologia Greco/Romana, definindo um espaço próprio, estético e discursivo. Amplamente alicerçado na Literatura, na Filosofia, bem como nos Estudos Clássicos, o artista pretende expor, criticamente: o olhar do Outro; a ambiguidade potencial das relações inter-pessoais; a fragilidade dos sistemas tomados por garantidos; a tragédia versus melodrama; a construção de uma ideia de real; as relações entre identidade e sexualidade; a virtude e a moral do dever; a geografia dos afectos e as pulsões do desejo e da paixão.
 

O acesso à exposição é condicionado às seguintes regras:

  • Acesso mediante inscrição prévia pelo e-mail artes@porto.ucp.pt
  • Utilização obrigatória de máscara
  • Desinfecção das mãos com álcool-gel à entrada (disponível no local)
  • Distanciamento social obrigatório de dois metros entre visitantes
  • Lotação limitada a cinco visitantes em simultâneo
  • Duração máxima por visita de trinta minutos 
 
Horários de abertura
terça a sexta | 14 - 19h
Sala de Exposições da Escola das Artes
 

 


 
 
Vasco Araújo (Lisboa, 1975) é um nome consagrado no circuito da arte contemporânea. Vencedor do Prémio EDP Novos Artistas em 2003, expôs individual e coletivamente desde então em locais e eventos conceituados, como Museu de Serralves, Gasworks, Jeu de Paume, Bienal de Veneza ou Palais de Tokyo. O seu trabalho vai da pintura à escultura, da fotografia ao filme, lidando com temas de memória, identidade ou teatralidade em envolventes instalações transmedia. A sua obra está representada em várias colecções, públicas e privadas.
 

 
 
Este projeto é financiado por Fundos Nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia no âmbito do projecto Ref.ª UID/00622/2020.
 
 
Este projeto foi desenvolvido no âmbito do projeto NORTE-01-0145-FEDER-022133, cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Norte (NORTE 2020), através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).
 
Apoios
Câmara Municipal do Porto (Programa de Apoio à Programação Artística CRIATÓRIO)
Direção-Geral das Artes
 

 
  

 

Agradecimentos
Associazione Socio-Culturale Italiana del Portogallo Dante Alighieri
Bosque Concept Store
ESTRUTURA
FBAUP - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto
IRMALUCIA Visual Effects
Prof. Doutor Pedro Braga Falcão, Universidade Católica Portuguesa
 
 
 

Ficha Técnica

Curadoria
Nuno Crespo
Coordenação
Diana Roque Ferreira
Direção Técnica
Jaime Neves
João Pereira
José Vasco Carvalho
Pedro Monteiro
Comunicação
João Pedro Amorim
João Rebelo
Design
Joana Machado - Colönia Design Studio
Edições 
João Rebelo
Montagem
Bruno Fernandes
Nuno Fonseca
Paulo Magalhães
Serviço Educativo
Margarida Dinis
Apoio à Produção
Maria Silva
Apoio Técnico
Pedro Oliveira
Infraestruturas, UCP - Centro Regional do Porto

 

Pages