Avaliação externa

AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS
Uma Estratégia de Afirmação e Reconhecimento Social
Uma dinâmica de Melhoria sustentada da Ação Educativa
Coordenação científica: Professor Doutor José Matias Alves (jalves@porto.ucp.pt)

 

ENQUADRAMENTO
A Católica Porto tem tido uma presença relevante no âmbito da formação avançada nos domínios da Administração e Organização Escolar, Supervisão Pedagógica e Avaliação de Escolas.
Por outro lado, o Serviço de Apoio à Melhoria da Educação (SAME) tem estabelecido dezenas de protocolos com escolas e agrupamentos e trabalhado nos domínios do apoio ao desenvolvimento profissional e organizacional, melhoria do sucesso escolar, autoavaliação e ensino profissional. No ano letivo de 2011-2012, realizou a primeira avaliação externa de escolas, utilizando uma metodologia inovadora, compósita, participada, rigorosa e colocada ao serviço da promoção da melhoria dos processos e resultados.
Essa avaliação implicou uma equipa multidisciplinar de 5 professores da Faculdade de Educação e Psicologia, dezenas de horas de trabalho de campo, um trabalho minucioso de devolução de resultados junto de todos os atores educativos, e a elaboração de planos de melhoria da ação educativa.

 

METODOLOGIAS
Foram usados diversos métodos que permitiram validar os resultados obtidos, nomeadamente:

  • Análise de conteúdo com recurso à tecnologia NVivo
  • Entrevistas semiestruturadas
  • Observação de atividades pedagógicas
  • Observação de aulas em todos os anos de escolaridade
  • Painéis semiestruturados com representantes de todos os grupos
  • Inquéritos por questionário

 

RESULTADOS
Os resultados obtidos foram considerados muito valiosos por todos os stakeholders, nomeadamente direção, administração, coordenadores, professores, associação de pais, uma vez que a avaliação funciona não apenas na lógica de espelho, mas na lógica de implicação, mobilização e compromisso para uma renovação da ação.
O processo e o produto desta primeira avaliação externa será objeto de uma publicação científica numa revista internacional.

 

CAMPOS DE AVALIAÇÃO
Os campos em avaliação organizam-se em duas grandes áreas: as orientações para a ação educativa (em que se analisam e avaliam todos os documentos orientadores da ação) e a ação educativa propriamente dita.

No campo da ação educativa, avaliam-se os seguintes domínios e subdomínios:

1. Resultados

1.1. Resultados académicos
1.2. Resultados sociais e pessoais

2. Processos de organização escolar

2.1. Projeto educativo
2.2. Modelo curricular
2.3. Clima e cultura organizacional
2.4. Lideranças
2.5. Comunicação interna
2.6. Autorregulação e autoavaliação

3. Processos de sala de aula

3.1. Organização do processo de ensino-aprendizagem
3.2. Equipamentos e materiais didáticos
3.3. Métodos de ensino
3.4. Relação pedagógica
3.5. Clima de sala de aula
3.6. Avaliação das aprendizagens

4. Relação com as famílias e os contextos

4.1. Relação com as famílias
4.2. Relação com a comunidade de pertença

 

ESCALA DE AVALIAÇÃO
Para a avaliação de cada campo /domínio é usada a seguinte escala de classificação: Excelente | Muito Bom | Bom | Suficiente | Insuficiente

A partir de setembro de 2012 o SAME presta este serviço de avaliação externa, numa primeira fase, a escolas do ensino particular e cooperativo.

 

EQUIPA DE AVALIADORES 
José Matias Alves (coordenador científico) - jalves@porto.ucp.pt
Ilídia Cabral
Joaquim Machado
Luísa Trigo

 

INFORMAÇÕES E CONTACTOS
Para mais informações, por favor contatar:
Francisco Martins Telf.: 226 109 200 (ext. 183) | Email: fmartins@porto.ucp.pt