Apresentação / Presentation

Escolha a língua / Select language:

 

INTRODUÇÃO 
Os adolescentes são um público-alvo prioritário para a promoção da saúde mental, bem como para a redução do estigma associado a problemas de saúde mental (Rickwood, Deane, Wilson & Ciarrochi, 2005; WHO, 2010) por 2 principais motivos:

  • 1 em cada 5 adolescentes passará pela experiência de um problema de saúde mental ao longo da vida (WHO, 2001);
  • Dados da literatura sugerem que o estigma associado a problemas de saúde mental surge em idade precoce (European Commission & Portuguese Ministry of Health, 2010) não obstante, esta ser uma fase de desenvolvimento na qual as atitudes são maleáveis, podendo ser alteradas (Wahl, 2002; Corrigan & Watson, 2007). 

A promoção da Mental Health Literacy, conceito que integra os conhecimentos e crenças adequadas relativas a questões de saúde mental (Jorm, 2000), assume-se como central no presente projecto. 

OBJECTIVOS

  • Desenvolver um instrumento de avaliação rigoroso capaz de avaliar a mental health literacy, bem como as percepções estigmatizantes face a problemas de saúde mental, o qual funcione, simultaneamente, como medida de avaliação da intervenção;
  • Desenvolver uma intervenção efectiva centrada nos conhecimentos, atitudes e comportamentos de jovens entre os 12 e os 14 anos, que frequentem o 7º, 8º e 9º anos, em relação a questões de saúde mental (Mental Health Literacy e percepções estigmatizantes relacionadas com problemas de saúde mental);
  • Implementar e avaliar a eficácia da intervenção.

DESENHO DO PROJECTO

  • Desenvolvimento de um instrumento de avaliação de conhecimentos e percepções estigmatizantes dos jovens face a problemas de saúde mental, tendo por base dados da literatura, bem como os dados decorrentes da análise de focus groups, que serão realizados junto de jovens entre os 12 e os 14 anos;
  • Desenvolvimento de uma intervenção centrada na promoção da mental health literacy e na redução de percepções estigmatizantes associadas a problemas de saúde mental;
  • Implementação do estudo-piloto, o qual permitirá testar (1) o instrumento de avaliação de conhecimentos e percepções estigmatizantes dos jovens face a problemas de saúde mental e (2) a intervenção desenvolvida;
  • Implementação e avaliação da eficácia da intervenção e estudo psicométrico do instrumento de avaliação;
  • Follow-up.

 


 

INTRODUCTION 
Adolescents are an important target population for mental health promotion and stigma reduction (Rickwood, Deane, Wilson & Ciarrochi, 2005; WHO, 2010) for two main reasons:  
  • First, 1 in 5 adolescents will experience a mental disorder (WHO, 2001), which demands from them the ability to understand mental health issues, and to be able to seek for help (Kelly, Jorm & Wright, 2007);  
  • Second, evidence suggests that stigma regarding mental health arises at an early age (European Commission & Portuguese Ministry of Health, 2010). However, it is also a time where attitudes can still be modified (Corrigan & Watson, 2007).  
Mental health literacy - which combines adequate knowledge and beliefs regarding mental health issues - is a central concept in this project (Jorm, 2000).
 
 
OBJECTIVES
  • Developing a rigorous assessment instrument capable of assessing mental health literacy and stigmatized perceptions towards mental disorders, and also to work as an outcome measure on the intervention;
  • Developing an intervention intended to be effective in enhancing knowledge, attitudes and behaviour of 12-14 year-olds students, attending 7th, 8th and 9th grades, in relation to mental health issues ("mental health literacy" and mental illness stigmatizing perceptions);  
  • Implementing and evaluating the intervention's effectiveness.
 
PROJECT DESIGN
  • Development of the assessment instrument tailored towards measuring the different components of "mental health literacy" and stereotypes associated with mental illness in adolescents and their needs for mental well-being interventions, focus groups discussions with 12-14 year-olds young people;
  • Development of the intervention aimed at promoting mental health literacy and reducing stigmatized perceptions towards mental disorders among young people;
  • Implementation of a pilot-study to test the suitability of the intervention program and of the assessment instrument;
  • Implementation and study of intervention's effectiveness;
  • Follow-up.