Aulas em modelo COIL (Colaborative Online International Learning) na FEP

Realizou-se no passado dia 15 de Abril uma aula sob o tema: “Facing COVID-19 Challenge: Families from Portugal and Macau”. Esta iniciativa, da responsabilidade de Vânia Sousa Lima, juntou quarenta estudantes da FEP/UCP (Portugal) do Mestrado em Psicologia - Especialização em Psicologia Clínica e da Saúde) e da FSSE/University of Saint Joseph (Macau) do Master in Counselling and Psychotherapy.

Igualmente em modelo COIL, teve lugar no dia 20 de Abril uma aula conjunta com alunos de Licenciatura em Psicologia da FEP/UCP (Portugal) e da FPCEE - Blanquerna/Universidade Ramón Llull (Espanha) e do Mestrado em Psicologia (Especialização em Psicologia Clínica e da Saúde) da FEP/UCP sob o tema Cognitive-Behavioral Intervention in Schizophrenia. Orientada por Filipa Palha na FEP e Carol Palma Sevillano FPCEE – Blanquerna, esta aula reuniu um total 50 estudantes das duas instituições.

Vânia Sousa Lima avalia muito positivamente ambas as experiências, que se constituíram efetivamente como oportunidades de desafio científico de cariz intercultural, a que acresce o facto de se tratarem de propostas com um carácter inaugural do Projeto COIL na FEP e que se revelaram uma resposta eficaz aos desafios colocados pela pandemia.

Com inicio já no próximo mês de maio, terá lugar uma outra atividade COIL, dinamizada por Marisa Carvalho. No decorrer das quatro aulas previstas para os dias 14, 21, 28 de maio alunos da disciplina de “Aprendizagem, motivação e memória” (1º ano de licenciatura em Psicologia da FEP) partilharão a sala de aula virtual com alunos da Universidade Presbiteriana Mackenzie (Brasil). Estas aulas, Meetings for Learning, envolverão alunos e docentes na realização de desafios acerca da Memória.

O modelo COIL cria ambientes de aprendizagem equitativos em equipa, onde professores de duas culturas trabalham em conjunto para desenvolver um programa partilhado, enfatizando a aprendizagem experimental e colaborativa dos alunos. As aulas neste modelo proporcionam um novo significado contextual às ideias e textos que exploram, ao mesmo tempo que facultam aos alunos novos locais para desenvolver sua consciência intercultural. As aulas podem ser totalmente online ou, mais frequentemente, são oferecidas em formatos blended, com sessões presenciais tradicionais a funcionar em ambas as instituições, enquanto o trabalho colaborativo dos alunos decorre online. Os professores participantes trabalham em estreita colaboração com todos os alunos.

21-04-2021