Carta da Reitora à comunidade Académica | Letter from the Rector to the Academic Community

Senhor(a) Professor(a),
Caro(a) Colaborador(a),
Caro(a) estudante,

Portugal vive uma situação inédita em matéria de saúde pública, com uma pressão crescente sobre os serviços de saúde e um crescimento não antecipado da mortalidade devido à pandemia provocada pela COVID-19.

Na Católica, a segurança de estudantes, docentes e colaboradores é a nossa prioridade. Implementámos um Plano de Contingência e medidas de prevenção que têm garantido a segurança dos membros da comunidade. As medidas tomadas foram objeto de acreditação para obtenção do selo COVID-Safe e COVID-Out e iremos, a partir da próxima semana, disponibilizar nos quatro campi acesso a testes rápidos de antigénios para testagem de membros da comunidade que tenham tido comprovados contactos de risco e estejam assintomáticos.

Recordo, contudo, que, nos termos das medidas de prevenção, se tiver qualquer sintoma que possa ser associado à COVID-19 não se deve dirigir ao campus universitário, mas contactar a linha SNS 24 e efetuar o teste diagnóstico.

Nas próximas semanas, concluem-se as avaliações presenciais do primeiro semestre, que estão a decorrer com o acompanhamento de segurança cuidado de todas as faculdades.

Acompanhando a situação pandémica, entendemos que este é um momento definidor e que todos temos de contribuir com gestos adequados à nossa função para combater este flagelo. Os mais recentes dados epidemiológicos indicam um crescimento de estirpes mais contagiosas do vírus COV-Sars 2. Torna-se essencial reduzir o potencial de transmissão.

Assim, fiel ao seu compromisso para com a saúde dos membros da sua comunidade e de forma a aliviar a presença de pessoas nos campi, decidiu a Reitoria que o início das aulas do 2º semestre, em todas as faculdades da UCP, ocorrerá em modelo remoto e se manterá neste regime até ao final do período de confinamento.

As avaliações presenciais do primeiro semestre manter-se-ão nos moldes previstos até ao seu final.
Os campi universitários de Lisboa, Porto, Braga e Viseu manter-se-ão abertos, dando continuidade à atividade de investigação.

Apelo ao sentido de responsabilidade individual de cada um para que em conjunto possamos superar aquele que para muitos pode ser o mais difícil combate da sua vida. Sejamos responsáveis e em conjunto suplantaremos os dias negros do presente.

Lisboa, 20 de janeiro de 2021

A Reitora
Isabel Capeloa Gil


Dear colleague,
Dear staff member,
Dear student,

It is with a heavy heart that I am writing to inform you of stricter health measures to be implemented at Católica in light of the worsening of the number of infections and the rising death toll in Portugal.

From the outset of the pandemic, our priority has been the safety of faculty, students and staff. We have implemented a Contingency Plan, accredited with the seals COVID-Safe and COVID-OUT and a Best Practices Manual was circulated amongst all community members to raise awareness and provide the guidelines for behaviour under this health emergency. Starting next week, rapid antigen tests will be available to members of the community deemed to have had justified risk contacts and who are still asymptomatic. Be advised that according to our contingency plan, if you have symptoms that may be possibly related to a COV-Sars 2 infection, you are banned from entering the university campus. In this situation, please call the SNS 24 hotline and wait for testing. While you await the results, or if you had what is considered a risk contact, you are required to self-isolate.

Within the next weeks, in-person examinations and the final assessment period of the first semester will be completed. What is planned for in-person examinations will continue as previously ordained.

Nonetheless and despite all the safety measures that we have and will continue to uphold, this is a watershed moment for the country. We are required to do all we can to stop the spreading of the infection. Recent epidemiological data shows a rise in more infectious streams of the virus and it is time to act to reduce the transmission.

Hence, upon consultation with the university bodies, I have decided to transfer classes at the start the second semester to an online model. This is a temporary suspension of in-person instruction, which will be in force until the end of the lockdown period.

The university campi in Lisbon, Porto, Braga and Viseu will remain open and r&d activities will continue with labs working as previously planned.

I call upon you to rise up to the moment, acting responsibly, so together we may all overcome what for some of those affected by the virus will be the hardest combat of their lives. We are responsible for each other’s safety. Together we shall survive or together succumb.

Lisbon, January 20, 2021

The Rector
Isabel Capeloa Gil

20-01-2021